quarta-feira, 28 de fevereiro de 2007

Felicidade é um estado de espírito. Definitivamente.
Com o decorrer do tempo e vivência de experiências, aprendi que somos nós que trilhamos os nossos próprios caminhos para a felicidade - que aliás, não é tão perfeita como todos idealizam. Felicidade, acima de tudo, é estar bem consigo mesmo.
Como todos sabem (e os que não sabem, saberão), a vida nos traz muitas decepções. E elas doem, doem muuito! Mas, como já disse Carlos Drummond de Andrade, "a dor é inevitável, o sofrimento opcional". Precisamos, necessitamos sim de momentos para extravasar nossa dor. Precisamos e devemos deixar que as lágrimas caiam, que abraços amigos confortem, e que o silêncio permaneça por alguns momentos...Contudo, devemos optar pela felicidade, e não pelo sofrimento. Ao contrário do que muitos pensam, a dor não nos enfraquece. Ela nos torna mais fortes, mais corajosos e principalmente mais sábios. Entretanto, isso ocorre se não deixarmos que a tristeza nos abata.
Devemos deixar que a felicidade nos levante, nos motive e que, principalmente, nos faça sorrir novamente!

4 comentários:

K�lylla disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
lucas** disse...

com certeza somos nós quem trilhamos nossa felicidade, mas acho que eu perdi a pratica. :P

adorei a frase de Drummond que eu não conhecia. (:

:*

P.S.: vale citar que eu não sabia que tinha um login no blogger.com ^o)

Adriano Holtz disse...

Concordo que a felicidade é um estado de espírito. Deixe-me apenas acrescentar que é provisório quanto outros estados de espírito. Talvez ela seja mais efêmera que a dor, pois quando temos uma causa a dor não nos abandona, ao passo que uma causa para a felicidade não segue a mesma regra pois a felicidade, aos poucos, tornar-se um bem-estar.

Alyne disse...

Realmente Cá "Felicidade, acima de tudo, é estar bem consigo mesmo"

Amei muitO tudO que você escreveu mais esse trecho que destaquei acima foi o que mais me chamou atenção.
xD
BeijO menina *: